domingo, 11 de setembro de 2011

PREENSÃO MANUAL










A preensão é um dos movimentos mais importantes do ser humano. Desde bebê, já possuímos este ato motor, porém no início somente como reflexo também conhecido como reflexo palmar.



Com a maturação do Sistema Nervoso Central, o que era reflexo vai se tornando ato intencional e cada vez mais refinado. O bebê começa a aprimorar o movimento sendo capaz cada vez mais de pegar coisas de tamanhos menores, chegando até mesmo a conseguir pegar um grão de feijão através do movimento da pinça.



É comum educadores nomiarem a preensão de pressão, mas são coisas bem diferentes. A preensão é o movimento que a mão realiza em torno de um objeto para pegar. A pressão é a força que a mão realiza sobre um determinado objeto. Para tanto, ao olharmos uma criança escrevendo por exemplo, podemos observar tanto a preensão do lápis quanto a pressão que é exercida sob ele durante o grafismo.



Como já disse, a pinça é um ato motor refinado. Inicialmente o bebê usa a mão toda para pegar, para depois começar a utilizar bem mais os dedos polegar e indicador, que irão ser responsáveis pela pinça. Como o movimento vai se tornando preciso, também devido ao aprimoramento do olhar que acompanha o movimento das mãos (viso motor), podemos realizar atividades de enfiagem e encaixe com maior estabilidade das mãos (sem tremor) e precisão.



Propiciar brinquedos que favoreçam encaixes com pinça, pode auxiliar muito na precisão do grafismo. Também, ensinar a criança desde cedo a executar atividades básicas do seu dia a dia, como amarrar sapatos, abotoar, afivelar, favorece no desenvolvimento do tônus das regiões das mãos e braços, o que será exigido para a execução de uma escrita de qualidade tanto no ritmo quanto na quantidade de palavras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário